Editais

Edital de Seleção de Mestrado 2022

Edital de Seleção de Mestrado 2022

EDITAL UFRJ Nº 667

EXAME DE SELEÇÃO PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO EM HISTÓRIA SOCIAL | 2022

O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História Social do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições, torna público, para conhecimento dos interessados, que se encontram abertas as inscrições para o exame de seleção para ingresso no Curso de Mestrado em História Social, a partir do dia 15 de setembro ao dia 15 de outubro de 2021, exclusivamente por via de inscrição eletrônica, acessível no endereço eletrônico  http://inscricoesppghis.com.br de acordo com as seguintes disposições:

I – VAGAS

O número máximo de vagas é 30 (trinta), mais duas vagas para o Programa de Qualificação Institucional da UFRJ de acordo com a portaria Nº 7555 de 29 de agosto de 2017, não havendo nenhum comprometimento, por parte do Programa, com o preenchimento total das vagas, nem com a concessão de bolsas. O número de vagas disponibilizadas por cada docente do PPGHIS estará disponível no site do Programa (https://ppghis.historia.ufrj.br/processo-seletivo/ ou https://ppghisufrj.com.br/processo-seletivo/), na mesma página onde se encontra a ficha de inscrição.

II – REQUISITOS PARA INSCRIÇÃO

  1. Ser graduado em História ou em área afim em curso superior credenciado e reconhecido pelo Ministério da Educação;
  2. Preencher a ficha de inscrição, anexando cópias digitais dos documentos requeridos na mesma, a saber:
    • Fotografia atualizada do candidato;
    • Carteira de identidade;
    • Diploma de graduação; (Errata publicada no Boletim da UFRJ)
    • Diploma de graduação, podendo ser substituído por um dos seguintes documentos:
      • Certificado de conclusão do curso;
      • Declaração de que está cursando o último período da graduação;
      • Declaração de previsão de formatura; (Errata publicada no Boletim da UFRJ)
    • Histórico escolar relativo à formação acadêmica;
  3. Incluir, na ficha de inscrição, o endereço eletrônico para o currículo na Plataforma Lattes, atualizado. Caso a Plataforma Lattes apresente problemas no momento da inscrição para este edital, a Comissão de Seleção poderá indicar formas alternativas para o envio do currículo completo e atualizado dos candidatos;
  4. Anexar um dos seguintes documentos à ficha de inscrição: a) declaração de proficiência emitido por cursos de línguas reconhecido, b) certificado de conclusão deste curso, c) exames de competência em leitura de língua estrangeira realizados quando da seleção e aprovação para outro programa de pós-graduação reconhecidos pela CAPES (caso o candidato tenha realizado outro curso de mestrado), ou d) declaração de proficiência emitida e assinada pelo próprio candidato.
  5. Anexar à ficha de inscrição o projeto de pesquisa que pretende desenvolver no curso de Mestrado, tendo em vista o prazo máximo para conclusão de 2 (dois) anos, adequado aos temas de orientação dos professores do Programa (ver Anexo I, “Temas de Orientação dos Professores do PPGHIS”, parte integrante deste edital). O projeto de pesquisa deverá ser identificado com o nome completo do candidato. O projeto deverá ser digitado em espaço 1,5 (um e meio), letra Times New Roman, corpo 12, em papel formato A4, margens de 2,5cm, com até 10 (dez) páginas de texto (afora a bibliografia), incluindo obrigatoriamente um resumo de 1 (uma) lauda. O projeto de pesquisa deverá seguir de modo absolutamente estrito as indicações constantes do “Roteiro para Elaboração de Projeto de Pesquisa” (ver Anexo II, parte integrante deste edital). O título do arquivo deve incluir o nome do candidato, da seguinte forma: “NOME_projeto”. (ex.: JOANA_SILVA_projeto.pdf).
    • OBSERVAÇÃO 1: Candidatos cujos projetos não sigam as indicações, não incluam todos os itens constantes no “Roteiro para Elaboração de Projeto de Pesquisa” (ver Anexo II, parte integrante deste edital) e não respeitem o número máximo de páginas terão suas inscrições indeferidas.
    • OBSERVAÇÃO 2: Cada candidato pode se inscrever com apenas um projeto.
  6. A não observância destas regras implicará a não homologação da inscrição. É responsabilidade do candidato que estes documentos estejam em arquivos tipo PDF ou JPEG/JPG, como for apropriado, de até 1 Mb.
    • Importante: todos os documentos anexados devem ter o nome do candidato como parte do nome do arquivo. Por exemplo: JOANA_SILVA_FOTO.JPG, JOANA_SILVA_IDENTIDADE.JPG, etc.

III – EXAME DE SELEÇÃO

Em caráter excepcional, em função da pandemia do COVID-19 e, consequentemente, da necessidade de manutenção do distanciamento social para prevenção do contágio, todas as etapas do exame de seleção acontecerão de forma remota.

  1. Primeira etapa, eliminatória e classificatória: avaliação dos projetos de pesquisa. Peso 1. Cada projeto será avaliado por três professores do Programa. Serão indicados pelo PPGHIS dois avaliadores, membros do corpo docente do Programa, levando em conta o critério da realização de uma análise por especialistas. O terceiro avaliador será indicado pelo candidato, na própria ficha de inscrição, podendo ou não este vir a ser o seu futuro orientador. Estarão habilitados para a etapa seguinte os projetos que obtiveram nota igual ou superior a 7,0 (sete), em uma escala que vai até 10 (dez). A nota para esta fase é a média dos conceitos atribuídos pelos três avaliadores.
  2. Segunda etapa, classificatória, eliminatória e anônima: prova escrita. Peso 5. Estarão classificados para a próxima etapa os candidatos e candidatas que obtiverem nota igual ou superior a 7,0 (sete), em uma escala que vai até 10. A prova escrita, com início às 10hs, terá duração máxima de duas horas. Os candidatos deverão entrar na plataforma Google Sala de Aula (GSA), às 9h30. Serão propostas três questões, relativas a cada uma das linhas de pesquisa do PPGHIS (“História das relações de poder, das instituições e das territorialidades”; “História da cultura, da cultura científica e historiografia”; “História das práticas e das culturas políticas”). As questões serão formuladas e apresentadas pela Comissão de Seleção a partir da bibliografia indicada no edital (ver Anexo III, parte integrante deste edital) e os candidatos escolherão apenas uma das questões para desenvolver na prova. Em sua resposta, os candidatos devem dialogar com pelo menos quatro textos da bibliografia indicada no edital. O candidato deve estar conectado à plataforma GSA durante todo o período em que estiver redigindo a resposta e esta deve ser redigida na própria plataforma. Ao término da redação da resposta, o candidato deverá enviar sua resposta salva, em formato PDF, pela plataforma GSA. O limite para o envio do arquivo será 12h30, do mesmo dia. No corpo da prova NÃO deverá constar o nome do candidato. O título do arquivo da prova deve incluir o nome do candidato, da seguinte forma: “NOME_prova escrita”. (ex.: JOANA_SILVA_prova escrita.pdf).
    • OBSERVAÇÃO: O arquivo referente à prova escrita será renomeado pela Coordenação do PPGHIS para o envio em formato não identificado à Comissão de Seleção.
  3. Terceira etapa, classificatória e eliminatória: prova oral. Peso 4. Prova oral de arguição do projeto de pesquisa, por pelo menos três membros da Comissão de Seleção, da prova escrita e do currículo a ser realizada por videoconferência, pela plataforma Zoom, com todos os candidatos aprovados na segunda etapa. Os candidatos que não atingirem a nota mínima 7,0 (sete) serão eliminados. A ausência do candidato no horário estabelecido em comunicado oficial da banca implicará em sua desclassificação. O PPGHIS disponibilizará um contato telefônico visando, exclusivamente, a comunicação de problema de conexão do candidato. Caso haja algum problema de conexão em relação ao acesso remoto, o candidato terá o prazo de uma hora para retomar o acesso; persistindo o problema de conexão reportado via contato telefônico, a entrevista será remanejada para o dia seguinte. O PPGHIS não se responsabiliza por dificuldades técnicas que possam ocorrer, nem admite recursos por estas razões.
  4. Sobre o sistema de cotas para negros, indígenas e/ou pessoas com deficiência:
    • O candidato optante pelas cotas para negros, indígenas e/ou pessoas com deficiência deverá assinalar a declaração apropriada na ficha de inscrição eletrônica.
    • Além das vagas abertas no processo seletivo, serão acrescidos outros 20% destinados às vagas de cotas.
    • A nota mínima para os candidatos optantes pelas cotas para negros, indígenas e/ou pessoa com deficiência será 6,0 (seis) para todas as etapas e como média final.
    • Em relação às cotas, os casos omissos serão encaminhados pela Comissão de Seleção e Avaliação ao Colegiado do Programa de Pós-Graduação em História Social.

IV – RESULTADOS

Serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem como média final grau 7,0 (sete) ou superior. A média final resultará da média aritmética ponderada da avaliação nas três etapas: a) primeira etapa: peso 1, b) segunda etapa: peso 5, c) terceira etapa: peso 4.

Em relação aos candidatos optantes pelo sistema de cotas, serão considerados aprovados os candidatos que obtiverem como média final grau 6,0 (seis) ou superior.

OBSERVAÇÃO: Os pedidos de vistas e revisão de provas deverão ser encaminhados ao PPGHIS nas 24 horas que se seguirem à divulgação oficial dos resultados, em cada uma das etapas do processo de seleção (com base nos itens 2, 4 e 6 do calendário a seguir).

V – CALENDÁRIO DO EXAME DE SELEÇÃO

  1. Inscrições para o exame de seleção para ingresso no Curso de Mestrado em História Social da UFRJ:  15 de setembro ao dia 15 de outubro de 2021.
  2. Divulgação da relação de candidatos cujas inscrições tenham sido homologadas: 25 de outubro de 2021 às 16h.
  3. Divulgação da relação de candidatos aprovados na avaliação dos projetos de pesquisa: 23 de novembro de 2021 às 16h.
  4. Prova escrita, 25 de novembro de 2021, das 10h às 12h. Entrar na sala virtual às 9h30. Envio da prova por e-mail (conforme item 2 da seção III – EXAME DE SELEÇÃO), até as 12h30.
  5. Divulgação dos candidatos aprovados na prova escrita: 03 de dezembro de 2021, às 16h.
  6. Prova oral por vídeo conferência: por ordem alfabética ou conforme solicitação deferida pela Comissão de Seleção: entre os dias 13 e 16 de dezembro de 2021.
  7. Divulgação da relação dos candidatos aprovados na prova oral: 17 de dezembro de 2021 às 16h.
  8. Divulgação do resultado final, bem como de suas notas: 20 de dezembro de 2021 às 16h.

VI – PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

A realização do curso de mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro exige a proficiência em uma língua estrangeira. Excepcionalmente, no processo seletivo para 2022, um dos seguintes documentos serão aceitos no momento da inscrição: a) declaração de proficiência emitido por cursos de línguas reconhecido, b) certificado de conclusão deste curso, c) exames de competência em leitura de língua estrangeira realizados quando da seleção e aprovação para outro programa de pós-graduação reconhecidos pela CAPES (caso o candidato tenha realizado outro curso de mestrado), ou d) declaração de proficiência emitida e assinada pelo próprio candidato. No caso de autodeclaração, o candidato deverá se submeter a uma avaliação pelo Programa durante o primeiro semestre, para o idioma escolhido. Caberá unicamente à coordenação validar ou não estes materiais apresentados. A autodeclaração também poderá ser substituída no momento da matrícula por um dos outros documentos listados acima, o que dispensará o candidato da necessidade de avaliação.

VII – COMISSÃO DE SELEÇÃO

Membros Titulares:

  • Andrea Casa Nova Maia (presidente)
  • Gabriel de Carvalho Godoy Castanho
  • Henrique Buarque de Gusmão
  • Jorge Victor de Araújo Souza
  • Silvia Adriana Barbosa Correia

Suplentes:

  • Claudio Pinheiro (suplente)
  • Roberto Guedes (suplente)

Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Seleção.

Rio de Janeiro, 13 de agosto de 2021.

Ana Beatriz Pinheiro

Pedro Cavalcante

Secretaria do PPGHIS

William de Souza Martins (coordenador)

João Ohara (vice-coordenador)

Andrea Casa Nova Maia

José Augusto Pádua

Marta Mega de Andrade

Coordenação do PPGHIS

Luiza Larangeira da Silva Mello

 Coordenação do Processo de Seleção

Antônio Carlos Jucá Sampaio

Diretor do Instituto de História